99.5FM Currais Novos - RN

segunda-feira, 7 de outubro de 2019

CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA SARAMPO COMEÇA NESTA SEGUNDA- FEIRA, DIA 7


Por G1 RN
 BR-SAÚDE
Começa nesta segunda-feira (7) a Campanha Nacional de Vacinação Contra Sarampo, que, neste ano, terá duas etapas diferentes, voltadas para duas faixas etárias. No Rio Grande do Norte, segundo a Secretaria Estadual de Saúde Pública (SESAP), a expectativa é imunizar cerca de 58 mil pessoas. “O foco é no público que está com a situação vacinação desatualizada”, explica Katiúcia Roseli, responsável técnica do Programa Estadual de Imunizações, da pasta.

 
A primeira fase, que segue até 25 de outubro com o Dia D acontecendo dia 19, é voltada para as crianças com idade entre seis meses e quatro anos, 11 meses e 29 dias. Já na segunda etapa, que ocorre entre 18 e 30 de novembro, o foco será a população com idade entre 20 e 29 anos. A população dos 167 municípios potiguares que se enquadram nesses grupos devem procurar a unidade básica de saúde mais próxima.

“O ideal é que todos os pais levem seus filhos. Mesmo que o profissional veja na carteirinha que a criança está vacinada contra sarampo, pode atualizar aplicar outras vacinas que estejam faltando”, explicou.

A campanha nacional não é voltada para doses extras, mas sim para aquelas pessoas que ainda não se imunizaram contra o sarampo.

“A campanha é de intensificação. Isso significa que não há dose extra. O objetivo é a busca daqueles não vacinados para atualização do cartão. É imprescindível o cartão no momento da vacinação”, destacou Aline Delgado, chefe do Setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde de Natal.

Atualmente, a capital conta com 70 salas de vacinas espalhadas pelas quatro regiões da cidade. Lembrando que o popular pode buscar qualquer unidade de saúde para se imunizar, mesmo que não seja da área onde reside.

Histórico

Até o momento, são quatro casos confirmados e 47 sob investigação de sarampo no estado. O primeiro confirmado foi de um homem de 54 anos que teve um histórico de viagem a São Paulo. Os outros foram de uma criança de 6 anos, do sexo masculino, no município de Macaíba, uma criança de 1 ano e 6 meses, em Tibau do Sul, e o quarto caso foi de uma paciente de 19 anos de Extremoz.

Dose zero

Em agosto, o Ministério da Saúde recomendou a aplicação da dose zero e tríplice viral para todas as crianças de seis meses até 1 ano. O objetivo é intensificar a vacinação nesse público-alvo da doença, que é mais suscetível a casos graves. Para o Rio Grande do Norte, foram enviadas mais de 22 mil doses extras da vacina.

A Sesap reforça que a chamada dose zero não substitui e não será considerada válida para fins do calendário nacional de vacinação da criança. Assim, além dessa dose, os pais e responsáveis devem levar os filhos para tomar a vacina tríplice viral (D1) aos 12 meses de idade (1ª dose) e aos 15 meses (2ª dose) para tomar a vacina tetra viral ou a tríplice viral mais varicela.

Quem deve se vacinar

• Bebês de 6 meses a 1 ano incompletos devem tomar a “dose zero”, que é extra. Ao completar 12 meses, devem tomar normalmente uma dose da tríplice viral. Aos 15 meses, devem tomar uma dose da tetravalente.

• Pessoas de 12 meses a 29 anos de idade devem ter duas doses da tríplice viral comprovadas. Se não está marcada na carteirinha ou não se lembra, deve procurar uma UBS e regularizar a situação;

Nenhum comentário: