terça-feira, 17 de dezembro de 2019

GRAVAÇÕES MOSTRAM DESEMBARGADOR DE MINAS GERAIS NEGOCIANDO CARGOS PÚBLICOS PARA O FILHO E A MULHER


BR-GERAL.
A Polícia Federal (PF) investiga um suposto esquema no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) para beneficiar escritórios de advocacia. Ligações interceptadas pela PF em 2015 durante as investigações da operação Abside indicam que um desembargador deu detalhes sobre esse favorecimento.
A denúncia foi revelada pelo site do jornal “Folha de S.Paulo” neste domingo (15). Em telefonema interceptado pela PF, o desembargador Alexandre Victor de Carvalho detalha como funcionaria o suposto esquema de favorecimento a escritórios de advocacia. Atualmente Carvalho é vice-presidente e corregedor do TRE.

De acordo com a reportagem, em uma conversa com o promotor de Justiça Marco Antônio Borges, gravada em 6 de novembro de 2015, o desembargador diz que advogados nomeados para o cargo de juiz saem apenas formalmente da advocacia ou fazem acordo com escritórios parceiros, “entregando” a eles os casos sob sua responsabilidade.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É livre o direito de pensamentos, todos nós temos o direito de expressar nossas ideias e pensamentos deste que respeitando o direito e a moral dos demais.

Lembrando que a responsabilidade dos Comentários e de quem posta.

Chagas Silva

Postagem em destaque

IDENTIFICADA A VÍTIMA FATAL DO ACIDENTE NA BR 226 EM CURRAIS NOVOS

RN-TRANSITO. O Jovem Fábio Henrique Silva, 29 anos que residia em Natal foi identificado como sendo a vítima do acidente fatal ocorrido na...