segunda-feira, 13 de julho de 2020

FÁBRICAS DEIXAM A ARGENTINA E MIGRAM PARA O BRASIL

INTERNACIONAL.

Ao menos três empresas do setor automotivo anunciaram, nas últimas duas semanas, o fechamento de fábricas na Argentina e a migração das operações para o Brasil. Primeiramente foram a Basf e a Axalta, companhias que produziam tintas e resinas para automóveis, a anunciar a migração na semana passada. Agora, a Saint-Gobain Sekurit, de origem francesa, fechou um acordo de demissão para seus 150 funcionários. A planta, especializada na produção de vidros para para-brisa, será incorporada pela subsidiária brasileira.

 

As decisões colocam em xeque a política industrial do atual presidente do país, Alberto Fernandez. A Saint-Gobain montou a fábrica em 2016 ao custo de 200 milhões de dólares, num acordo com o ex-ocupante da Casa Rosada, Mauricio Macri.

 

A Argentina não vive o momento de crise que sofreu entre os anos 1990 e 2010. No entanto, a deterioração dos fundamentos econômicos locais permanece. Ao início desta década, era possível comprar 1 dólar com menos de 4 pesos. Dez anos depois, são necessários 71 pesos para adquirir um mísero dólar, perfazendo uma desvalorização de 1.675% no período.

 

Veja

Cresça e apareça divulgando aqui.

PREFEITURA CONFIRMA MAIS OITO (08) NOVOS CASOS DE COVID 19 NO MUNICÍPIO DE CURRAIS NOVOS, TOTALIZANDO 293 CASOS.

RN-ASÚDEA Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, confirma na noite deste domingo (12), mais oito (08) novos casos de Covid 19 no município de Currais Novos, totalizando 293 casos   


                           

O 286º caso, trata-se de paciente fo sexo masculino, faixa etária entre 31 e 40 anos, diagnosticado via teste rápido;


O 287º caso, trata-se de paciente do sexo feminino, faixa etária entre 51 e 60 anos, diagnosticada, via teste rápido;

O 288º caso, trata-se de paciente do sexo masculino, faixa etária entre 61 e 70 anos, diagnosticado via teste rápido;


O 289º caso, trata-se de paciente do sexo feminino, faixa etária entre 61 e 70 anos, diagnosticada via teste rápido;


O 290º caso, trata-se de paciente do sexo masculino, faixa etária entre 61 e 70 anos, diagnosticado via teste rápido;


O 291º caso, trata-se de paciente do sexo masculino, faixa etária entre 0 e 10 anos, diagnosticado via teste rápido;


O 292º caso, trata-se de paciente do sexo masculino, faixa etária entre 31 e 40 anos, diagnosticado via teste rápido;


E o 293º caso, trata-se de paciente do sexo feminino, faixa etária entre 71 e 80 anos, diagnosticada, via teste rápido.


Os casos suspeitos e confirmados estão sendo monitorados pelas equipes da Vigilância em Saúde do município e se encontram em isolamento domiciliar.


A Vigilância em Saúde ressalta ainda que o descumprimento do isolamento poderá acarretar em punição civil, administrativa e penal dos agentes infratores.

 

Fonte: Blog Repórter Seridó


EMPRESÁRIO DESAPARECE NO AÇUDE GARGALHEIRAS APÓS PASSEIO DE LANCHA

RN-GERAL.

Um homem está desaparecido desde a tarde deste domingo (12) após passear de lancha no Açude Gargalheiras, em Acari/RN. Identificado como Jácio Mamede Galvão, empresário do ramo alimentício, ele não foi visto desde que entrou no reservatório, na comunidade Bulhões.


O Corpo de Bombeiros de Caicó foi acionado para auxiliar nas buscas, na manhã desta segunda-feira (13), mas, Jácio ainda não foi encontrado.


Os primeiros relatos dão conta de que o homem pegou a lancha para passear no açude por volta das 16hs.


Segundo moradores da região, uma sacola com a máscara que Jácio usava e R$ 50 foi encontrada nas buscas. A Polícia Militar também foi acionada.

 

Fonte: Tribuna do Norte



 GORDO GÁS


PESCADOR QUE ESTAVA DESAPARECIDO FICOU 36H À DERIVA E FOI LOCALIZADO EM MURIÚ NO RN (VEJA VÍDEO)

.

Com as bençãos de DEUS. Um dos pescadores que saiu para pescar numa jangada desde a manhã desta sexta (10), e estava desaparecido foi encontrado nas proximidades da praia de Muriú, em alto mar. Foram quase 36 horas à deriva.


Outros pescadores o encontraram e trouxeram à costa. Uma benção. Infelizmente, o companheiro de pescaria na jangada ainda não foi encontrado. A embarcação que eles saíram para pescar também foi encontrada.

Focoelho


PF E MP ENCONTRAM ELOS ENTRE CAPITÃO ADRIANO E ACUSADO DE MATAR MARIELLE FRANCO

BR-POLICIAL.

 

Adriano era chefe da milícia que agia nas comunidades de Rio das Pedras e de Muzema, na Zona Oeste do Rio. — Foto: Reprodução/Internet


Reprodução

Por UOL — Relatório conjunto da PF (Polícia Federal) e do MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) afirma que o falecido chefe do Escritório do Crime Adriano Magalhães da Nóbrega usava uma concessionária de luxo na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio, para vender e comprar carros. O local foi alvo de pesquisas na internet feitas por Ronnie Lessa, acusado de matar a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes, e era frequentado por um homem de confiança dele, preso por desaparecer as armas do policial militar da reserva.

 

“O estabelecimento Garage Store é suspeito de transacionar com Adriano da Nóbrega, alvo da Operação Intocáveis, e foi pesquisado por Ronnie Lessa junto à ferramenta Google”, lê-se no documento obtido com exclusividade pelo UOL.

 

A Garage Car Store vende carros de luxo, novos e usados, e com blindagem. Um dos donos da concessionária afirma que nunca fez qualquer tipo de transação comercial com Adriano ou Lessa e que ninguém ligado ao local foi chamado a prestar esclarecimentos às autoridades (leia mais abaixo).

 

Ainda de acordo com o mesmo documento, homens ligados a Lessa e Adriano se conheciam e frequentavam as mesmas festas.

 

Conhecido como Capitão Adriano, o chefe da milícia que agia nas comunidades de Rio das Pedras e de Muzema, na zona oeste do Rio, foi morto em uma operação policial no interior da Bahia, em fevereiro deste ano.

 

Ronnie Lessa e Adriano Magalhães da Nóbrega se conheceram quando atuavam na Polícia Militar do Rio de Janeiro. Ambos passaram pelo Bope (Batalhão de Operações Especiais) e atuaram ilegalmente como seguranças para bicheiros cariocas.

 

Em agosto de 2018, Adriano prestou depoimentos à DH (Delegacia de Homicídios) da Capital a respeito das mortes de Marielle e Anderson. Ele disse não se recordar onde estava no momento do atentado. A respeito de Lessa, afirmou apenas “conhecê-lo da Polícia Militar”, sem entrar em detalhes.

 

 

Ronnie Lessa foi preso em março de 2019, quando deixava o condomínio em que morava na Barra da Tijuca em um carro blindado. O relatório foi assinado por um investigador da PF e por um policial civil cedido ao Gaeco (Grupo Atuação Especial contra o Crime Organizado) do MP-RJ, e finalizado dias depois da prisão do PM da reserva.

 

Homem de Lessa frequentava local

 

Homem de confiança de Lessa, o autointitulado empresário Márcio Mantovano, preso por participar da operação que jogou ao mar armas do PM da reserva, era frequentador da Garage Store, como mostram fotos publicadas em seu perfil no Instagram e que constam no documento da PF e do MP-RJ.

 

Mantovano, conhecido como Márcio Gordo, produziu uma festa na casa de um lutador de MMA, na qual compareceu o miliciano Leonardo Augusto de Medeiros, o MAD, afirma-se no relatório. MAD foi preso no último dia 30 de junho, em uma operação que o apontou como o novo chefe do Escritório do Crime, após a morte de Capitão Adriano. Ele foi citado em uma gravação telefônica descoberta pela PF como um dos reais assassinos da vereadora do PSOL e de seu motorista.


domingo, 12 de julho de 2020

EX-DEPUTADO E AMBIENTALISTA MORRE EM ACIDENTE DE CARRO NO RJ

RJ-TRANSITO.

O ex-deputado Alfredo Sirkis Foto: Divulgação

O ambientalista, político, jornalista e escritor Alfredo Sirkis morreu por volta das 13h50 desta sexta-feira (10), em um acidente de carro no Arco Metropolitano (BR-493), na Baixada Fluminense. Sirkis, de 69 anos, morreu no local.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, Sirkis estava sozinho no veículo, um Volkswagem Polo, e seguia em direção à Via Dutra. Na altura do km 74, o carro saiu da pista, bateu em um poste e capotou. 

Sirkis estava a caminho de um sítio em Morro Azul, em Paulo de Frontin, para visitar a mãe, Liliana, de 96 anos, em isolamento social por causa da pandemia. Ele era filho único, muito ligado a ela e costumava fazer o trajeto com frequência.

Além disso, Sirkis também iria rever o filho Guilherme, que terminou mestrado recentemente nos Estados Unidos e está com a avó.

O ambientalista, político, jornalista e escritor Alfredo Sirkis morreu por volta das 13h50 desta sexta-feira (10), em um acidente de carro no Arco Metropolitano (BR-493), na Baixada Fluminense. Sirkis, de 69 anos, morreu no local.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, Sirkis estava sozinho no veículo, um Volkswagem Polo, e seguia em direção à Via Dutra. Na altura do km 74, o carro saiu da pista, bateu em um poste e capotou.

Sirkis estava a caminho de um sítio em Morro Azul, em Paulo de Frontin, para visitar a mãe, Liliana, de 96 anos, em isolamento social por causa da pandemia. Ele era filho único, muito ligado a ela e costumava fazer o trajeto com frequência.

Além disso, Sirkis também iria rever o filho Guilherme, que terminou mestrado recentemente nos Estados Unidos e está com a avó.

CONVENÇÕES PARTIDÁRIAS SERÃO REALIZADAS DE 31 DE AGOSTO A 16 DE SETEMBRO

BR-POLITICA.

Agremiações poderão utilizar formato virtual para a escolha de candidatos e a formação de coligações majoritárias

 Convenções partidárias

Convenções partidárias

Com a promulgação da Emenda Constitucional (EC) nº 107/2020, que adiou as Eleições Municipais 2020, todos os prazos eleitorais previstos para o mês de julho foram prorrogados por 42 dias, proporcionalmente ao adiamento da votação. Assim, as convenções partidárias para a escolha de candidatos, que aconteceriam de 20 de julho a 5 de agosto, serão realizadas no período de 31 de agosto a 16 de setembro.

Para atender às recomendações médicas e sanitárias impostas pelo cenário de pandemia provocada pelo novo coronavírus, os partidos políticos poderão realizar suas convenções em formato virtual para a escolha de candidatos e formação de coligações majoritárias, bem como para a definição dos critérios de distribuição dos recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC). As legendas devem garantir ampla publicidade, a todos os seus filiados, das datas e medidas que serão adotadas.

As agremiações terão autonomia para utilizar as ferramentas tecnológicas que entenderem mais adequadas para as convenções virtuais, desde que obedeçam aos prazos aplicáveis nas Eleições 2020 e às regras gerais da Lei nº 9.504/1997 (Lei das Eleições) e da Resolução TSE nº 23.609/2019, com as adaptações previstas quanto à abertura do livro-ata, registro de dados, lista de presença e respectivas assinaturas.

Resolução

A Resolução TSE nº 23.623/2020 estabelece as formas de compatibilizar a realização das convenções por meio virtual com as exigências legais e regulamentares que permitem validar a veracidade das informações inseridas nas atas.

Entre outros pontos, o documento estabelece que o módulo externo do Sistema de Candidaturas (CANDex) funcionará como livro-ata da convenção virtual, registrando-se diretamente na ferramenta as informações relativas à ata e à lista dos presentes.

O partido que já dispõe de livro aberto e rubricado pela Justiça Eleitoral pode, a seu critério, utilizá-lo para registrar a ata da convenção e a lista de presença. As informações serão posteriormente inseridas no sistema CANDex.

A lista de presença poderá ser registrada por diversos meios: assinatura eletrônica, registro de áudio e vídeo, coleta presencial, ou qualquer outro mecanismo que possibilite a efetiva identificação dos participantes e sua anuência com o conteúdo da ata. No caso da coleta presencial, devem ser observadas as leis e as regras sanitárias previstas na respectiva localidade.

Posteriormente, as atas serão publicadas no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no sistema de Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais (DivulgaCandContas), conforme determinado pela Resolução nº 23.609/2019.

Anulação

Ainda conforme a legislação, caso a convenção partidária de nível inferior se oponha às diretrizes estabelecidas pelo Diretório Nacional, nos termos do respectivo estatuto, o órgão poderá anular a deliberação e os atos dela decorrentes, assegurados o contraditório e a ampla defesa, e comunicar a decisão à Justiça Eleitoral até 30 dias após a data-limite para o registro de candidatos.

Caso a anulação exija a escolha de novos candidatos, o pedido de registro poderá ser apresentado à Justiça Eleitoral nos dez dias subsequentes à anulação.

Acesse o calendário eleitoral com as novas datas.


TSE LANÇA PUBLICAÇÃO SOBRE ELEIÇÕES E COVID-19 PARA ORIENTAR ELEITORES

BR-JUSTIÇA.

Edição eletrônica está disponível no Portal do TSE

Proposta é ampliar o diálogo com entidades da sociedade civil e obter subsídios para a adoção da...

 Proposta é ampliar o diálogo com entidades da sociedade civil e obter subsídios para a adoção da...

Diante do enfrentamento mundial da pandemia causada pelo novo coronavírus, responsável pela Covid-19, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) elaborou a publicação eletrônica Eleições e Covid-19: informações selecionadas para difundir informações relevantes sobre o tema aos envolvidos no processo eleitoral de 2020.

Desenvolvida pela Secretaria de Gestão da Informação, por meio da Coordenadoria de Biblioteca, Legislação e Museu, a edição eletrônica tem 15 páginas e pode ser facilmente baixada no Portal do TSE. Em sua introdução, a publicação destaca que, “nesse contexto desafiador de revisitação protocolar para o ‘novo normal’, em que a crise igualmente pode ser geradora de oportunidades de desenvolvimento científico e tecnológico, econômico e social, a informação desponta como elemento vital na garantia da tomada das melhores decisões”.

Justamente para evitar a desinformação sobre o assunto, o conteúdo, voltado para todos os cidadãos, visa o acesso fácil e rápido a informações confiáveis e institucionais. A publicação é estruturada em três partes e constituída por 37 referências de documentos históricos e atuais, publicados no Brasil e no exterior, com identificação de autoria, a fim de contribuir para o aperfeiçoamento do debate sobre a atual conjuntura política, social e sanitária.

Um dos textos em destaque mostra que, do ponto de vista histórico, a pandemia causada pelo novo coronavírus não é a primeira a assolar a humanidade. Ao revisitar o passado, é possível constatar que as epidemias ocorrem em um movimento cíclico, deixando marcas recorrentes na trajetória da civilização. O Brasil, por exemplo, foi marcado pela gripe espanhola, que teve início em 1918 e se tornou a mais devastadora epidemia já enfrentada pelo país.

Entre outros dados relevantes, a publicação apresenta um link com lista regularmente atualizada de eleições afetadas pela Covid-19 no mundo. Além disso, levanta questões sobre como as eleições podem ser realizadas com segurança durante a pandemia.

Acesse a íntegra da publicação.

BOLSONARO ANUNCIA PROFESSOR E PASTOR MILTON RIBEIRO COMO NOVO MINISTRO DA EDUCAÇÃO

BR-POLITICA.

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira (10) por meio de uma rede social o professor e pastor evangélico Milton Ribeiro como novo ministro da Educação. Logo após o anúncio de Bolsonaro, a nomeação foi publicada em uma edição extra do "Diário Oficial da União".

Ribeiro será o quarto ministro a comandar a pasta em um ano e meio de governo Bolsonaro. Os antecessores são Ricardo Vélez Rodríguez, Abraham Weintraub e Carlos Alberto Decotelli.

O novo ministro da Educação é militar da reserva do Exército e pastor da Igreja Presbiteriana de Santos.

Segundo o currículo na Plataforma Lattes, mantida pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), ele é graduado em teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul, doutor em educação pela Universidade de São Paulo (USP) e mestre em direito constitucional pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, instituição da qual é ex-vice-reitor.


GORDO GÁS

STF NEGA RECURSO DO GOVERNO DO RN E MANTÉM OBRIGAÇÃO DE PAGAMENTO DE SALÁRIOS ATRASADOS

RN-JUSTIÇA.

OSupremo Tribunal Federal (STF) negou recurso do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e manteve a obrigação do pagamento dos salários atrasados dos servidores dos meses de dezembro e 13º salário de 2018, além da aplicação de juros e correções monetárias, conforme dispositivo da Constituição Federal.

 

A notícia foi divulgada na manhã deste sábado (11) pelo site Justiça Potiguar.

 

Presidente do STF, o ministro Dias Toffoli mencionou na decisão que: “é inadmissível o recurso extraordinário se a matéria regimental contido nele violada não está devidamente prequestionada”.

 

O ministro seguiu entendimento da jurisprudência do STF.

Cresça e apareça divulgando aqui.

sábado, 11 de julho de 2020

PRAZO FINAL PARA REGISTRO DE CANDIDATOS VAI ATÉ 26 DE SETEMBRO

BR-POLITICA.

Com o mote #SeuVotoTemPoder, a logo reforça a importância da participação popular no processo el...

Com a Emenda Constitucional que transferiu o pleito para novembro, também foi adiada a data-limite para a apresentação dos pedidos de candidaturas

 Com o mote #SeuVotoTemPoder, a logo reforça a importância da participação popular no processo el...

A Emenda Constitucional (EC) nº 107/2020, promulgada pelo Congresso Nacional no dia 2 de julho, adiou o primeiro e o segundo turno das Eleições Municipais deste ano, respectivamente, para os dias 15 e 29 de novembro, em razão da pandemia provocada pelo novo coronavírus. Com a prorrogação do pleito, também foram fixadas novas datas para outras fases do processo eleitoral de 2020, entre elas a de registro dos candidatos escolhidos em convenções partidárias. O prazo final para a apresentação do pedido de registro de candidatura na Justiça Eleitoral, inicialmente definido para 15 de agosto, passou para o dia 26 de setembro.

Ao participar da sessão solene de promulgação da Emenda Constitucional no Congresso, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, destacou que mais de 140 milhões de eleitores estão aptos a votar nas eleições de novembro. O ministro estimou em mais de 700 mil os candidatos que disputarão as 5.568 vagas de prefeito e as milhares de cadeiras de vereador no pleito. Nas Eleições Municipais de 2016, a Justiça Eleitoral recebeu um total de 496.927 pedidos de registro para os cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador.

A Resolução TSE nº 23.609/2019, que trata da escolha e do registro de candidatos para as Eleições 2020, contempla normas dispostas na Constituição Federal, no Código Eleitoral (Lei nº 4.737/1965), na Lei dos Partidos Políticos (Lei nº 9.096/1995), na Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997) e na Lei de Inelegibilidades (Lei Complementar nº 64/1990), entre outras.

Exigências e registro

Para ser candidato, a Constituição Federal exige do cidadão a nacionalidade brasileira, o pleno exercício dos direitos políticos, o alistamento eleitoral, o domicílio eleitoral na respectiva circunscrição, a filiação partidária – portanto, as candidaturas avulsas estão proibidas – e a idade mínima fixada para o cargo eletivo almejado.

Para concorrer a cargos de prefeito ou vice-prefeito, o candidato precisa ter 21 anos e, para disputar uma vaga de vereador, deve ter 18 anos. A idade mínima para ocupar o cargo é verificada tendo como referência a data da posse. Além disso, para concorrer, o postulante a um cargo eletivo precisa estar quite com a Justiça Eleitoral, ou seja, não pode ser devedor de multa eleitoral.

A Resolução TSE nº 23.609/2019 estabelece que qualquer cidadão pode concorrer às eleições desde que cumpra as condições constitucionais e não esteja impedido por qualquer causa de inelegibilidade prevista em lei. Pelo texto, para disputar o pleito, o candidato deverá possuir domicílio eleitoral na respectiva circunscrição e estar com a filiação deferida no partido político pelo qual pretende concorrer seis meses antes das eleições.

Cada partido político ou coligação poderá solicitar à Justiça Eleitoral o registro de um candidato a prefeito e um a vice-prefeito. Somente partidos poderão requerer o registro de candidatos a vereador, no limite de uma vez e meia ao do número de vagas disponíveis na Câmara Municipal.

Os pedidos de registro de candidatura devem ser apresentados pelos partidos políticos e coligações aos respectivos juízes eleitorais. O pedido será elaborado no Módulo Externo do Sistema de Candidaturas (CANDex), disponível nas páginas eletrônicas dos tribunais eleitorais.

No caso de o partido político ou coligação não solicitarem o registro de seus candidatos, estes poderão requerer o registro no prazo máximo de dois dias após a publicação do edital de candidatos do respectivo partido ou coligação no Diário de Justiça Eletrônico (DJe).

A resolução traz todo o rito da tramitação do pedido de registro de candidatura nas instâncias da Justiça Eleitoral.

Documentos necessários

Os pedidos de registro de candidaturas devem vir acompanhados do Demonstrativo de Regularidade dos Atos Partidários (Drap), que é o documento que atesta a realização da convenção partidária e a escolha de candidatos. Além do Drap, também devem ser apresentados o Requerimento de Registro de Candidatura (RRC) e o Requerimento de Registro de Candidatura Individual (RRCI). Esses formulários são gerados pelo CANDex da Justiça Eleitoral e precisam ser assinados pelo respectivo dirigente partidário com jurisdição no município.

Tanto o RRC quanto o RRCI devem vir acompanhados de: declaração de bens do candidato; fotografia recente; cópia de documento oficial de identificação; certidões criminais para fins eleitorais; provas de alfabetização e de desincompatibilização de cargo ou função pública, se for o caso; e propostas defendidas pelo candidato, no caso dos postulantes ao cargo de prefeito.

As condições de elegibilidade e as causas de inelegibilidade que, porventura, atinjam o postulante a candidato devem ser verificadas pela Justiça Eleitoral no momento do pedido de registro, ressalvadas as alterações fáticas ou jurídicas posteriores ao registro.

Impugnações

Qualquer candidato, partido, coligação ou o Ministério Público poderá, dentro de cinco dias, contados da publicação do edital referente ao pedido de registro, impugnar o requerimento por meio de petição fundamentada.

O candidato questionado e seu partido ou coligação devem ser citados para, dentro de sete dias, contestarem a impugnação ou se manifestarem sobre a notícia de inelegibilidade. Essa citação refere-se, ainda, à possibilidade de juntada de documentos, à indicação de lista de testemunhas e ao requerimento para a produção de outras provas. A resolução prossegue com os trâmites do pedido de impugnação até o seu julgamento.

Além disso, qualquer cidadão no gozo de seus direitos políticos pode, no prazo de cinco dias, contados da publicação do edital relativo ao pedido de registro, encaminhar notícia de inelegibilidade de candidato ao órgão competente da Justiça Eleitoral para a apreciação do registro, também mediante petição fundamentada. Essa notícia de inelegibilidade será juntada aos autos do respectivo pedido de registro.

Porém, a resolução do TSE faz o alerta de que será considerada crime eleitoral a arguição de inelegibilidade ou a impugnação de registro de candidatura, com fundamento em interferência do poder econômico, desvio ou abuso do poder de autoridade, que for deduzida de maneira temerária ou motivada por má-fé. Nesses casos, os infratores ficam sujeitos a uma pena de seis meses a dois anos de detenção e multa.

Em outro ponto, o texto esclarece que o candidato que estiver com o registro sub judice – ou seja, em fase de julgamento definitivo pela Justiça Eleitoral – pode realizar todos os atos de campanha, inclusive utilizar o horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão e ter seu nome mantido na urna eletrônica, enquanto estiver nessa condição.

A resolução informa que, transitada em julgado ou publicada a decisão proferida por órgão colegiado que declarar o candidato inelegível, será indeferido o registro ou declarado nulo o diploma, se já expedido.

O texto trata, ainda, de questões ligadas à renúncia, ao cancelamento de registro, ao falecimento e à substituição de candidatos.

Nome na urna

O nome escolhido pelo candidato para constar na urna eletrônica deve ter 30 caracteres, no máximo, incluído o espaço entre as palavras. Pode ser o prenome, sobrenome, cognome (alcunha), nome abreviado, apelido ou nome pelo qual o candidato é mais conhecido, desde que não haja dúvida quanto à sua identidade, não atente contra o pudor e não seja ridículo nem irreverente.

Na composição do nome, não será permitido o uso de expressão ou de siglas que pertençam a qualquer órgão da administração pública federal, estadual, distrital ou municipal, direta ou indireta.

Autonomia

A resolução do TSE reproduz, ainda, trecho da Constituição Federal que assegura aos partidos políticos autonomia para adotar os critérios de escolha e o regime de suas coligações eleitorais, sem obrigatoriedade de vinculação entre candidaturas majoritárias em âmbito nacional, estadual, distrital ou municipal.

Acesse o Calendário Eleitoral com as novas datas.

 

MÉDICO DA PARAÍBA TOCA SANFONA E CANTA FORRÓ PARA PACIENTES DE HOSPITAL

PB-SAÚDE.

Sanfona se tornou instrumento para alegrar a quem está doente e matar a saudade da terra natalMédico da Paraíba toca sanfona para pacientes

acamados em SE - Foto: TV Paraíba/Reprodução

O médico paraibano Thiago Ramos adotou um novo método para ajudar no tratamento dos pacientes que atende em Sergipe, onde trabalha. Nas mãos dele, a sanfona deixou de ser apenas um instrumento musical e se tornou um mecanismo para alegrar a quem está doente e matar a saudade da terra natal.

 

O profissional de saúde atua em um programa do Sistema Único de Saúde (SUS) chamado de “Melhor em Casa”, no município de Tobias Barreto. A ação envolve atendimento domiciliar para acamados, que recebem atendimento hospitalar e especializado em casa.

 

Thiago nasceu em Campina Grande, município do Agreste paraibano que realiza a festa junina chamada de “Maior São João do Mundo”. Foi das raízes forrozeiras que ele fez da música inspiração para o trabalho.

 

O médico se formou no Acre. A distância de casa foi o que fez a saudade bater e o tratamento musical começar.

 

“Fui atrás de uma sanfona, descobri que um amigo tinha uma parada. Eu falei que não devolvia mais”, contou.

 

Em um vídeo, ele mostra a apresentação que fez na casa de um paciente. Quem apreciou o show particular foi Rosaldo, que é pandeirista. Quando Thiago chegou com a sanfona, ninguém conteve a emoção.

 

"A nossa equipe falou para ele que um médico toca sanfona e ele se emocionou desde esse momento. Fiquei sabendo e sugeri que levássemos a sanfona. Foi aquela festa. Ele se emocionou e eu me emocionei”, destacou.

 

Os resultados, segundo a equipe médica, estão sendo positivos. De acordo com Thiago, a “sanfonaterapia” promete permanecer para unir cuidado com alegria.

G1 PB

JUSTIÇA PARAGUAIA REJEITA RECURSO E MANTÉM RONALDINHO GAÚCHO EM PRISÃO DOMICILIAR

INTERNACIONAL.

A Quarta Câmara do Tribunal de Recursos indeferiu o benefício, tornando definitiva a decisão do juiz penal de garantias, Mirko Valinotti

Foto: Reprodução

 

Ronaldinho Gaúcho

Ronaldinho Gaúcho sofreu uma nova derrota judicial nessa sexta-feira (10) com a rejeição de um recurso que a defesa apresentou para que o ex-jogador e o irmão, Roberto Assis, fossem liberados da prisão domiciliar, na qual estão desde abril por terem entrado no Paraguai com passaporte com conteúdo falso.

 

Com apenas dois cliques você fica fazendo parte da Família Blog NP, no Youtube: INSCREVA-SE

 

A Quarta Câmara do Tribunal de Recursos indeferiu o benefício, tornando definitiva a decisão do juiz penal de garantias, Mirko Valinotti, que em 6 de março negou um pedido inicial do Ministério Público para que Ronaldinho e seu irmão Roberto fossem favorecidos pelo “critério de oportunidade”, que livraria os brasileiros de processo em troca de colaboração com a justiça.

 

A Câmara declarou “inadmissível” a ação dos advogados do melhor jogador do mundo em 2004 e 2005, de acordo com fontes judiciais citadas pela mídia local. A decisão de Valinotti, baseada na comissão de uma suposta ofensa, foi apelada pela defesa dos irmãos um tribunal superior, que finalmente emitiu uma decisão nesta sexta-feira, quatro meses depois.

 

Em 7 de março, outra juíza de garantias, Clara Ruiz Díaz, ordenou a prisão preventiva de Ronaldinho e Assis no Grupamento Especializado da Polícia Nacional, em Assunção. O local recebe políticos processados por corrupção e prisioneiros com casos de tráfico de drogas após uma retificação pela Procuradoria Geral da República.

 

Os dois ficaram encarcerados até 7 de abril, quando foram levados para um hotel da capital, após o pagamento de fiança de US$ 1,6 milhão, e permanecem em prisão domiciliar desde então. Eles estão sob custódia policial e proibidos de sair do Paraguai, acusados de uso de documentos públicos com conteúdo falso, com uma pena que pode chegar a até cinco anos.

 

UOL



F1 – HAMILTON DETONA COM POLE FANTÁSTICA NA CHUVA.

BR-ESPORTES.

Lewis Hamilton

Lewis Hamilton foi excepcional na classificação chuvosa para o GP da Estíria e fez a pole com uma vantagem de 1.216s sobre Max Verstappen.

As condições haviam piorado visivelmente em relação aos dois primeiros segmentos quando os 10 pilotos mais rápidos entraram na pista na Q3.

Verstappen ditou o ritmo a princípio, mas Hamilton acabou com qualquer disputa em suas duas últimas voltas. A primeira o deixou sete décimos à frente do pelotão e a segunda adicionou mais meio segundo à sua vantagem.

A Red Bull disse a Verstappen “nós vamos lhe dar toda a performance nessa última volta”, e ele começou seu esforço decisivo com o melhor tempo no primeiro setor. Mas Hamilton, logo atrás dele na pista, imediatamente bateu essa marca.

Mesmo assim, parecia que Verstappen conseguiria uma melhoria substancial, mas ele encontrou a Ferrari de Sebastian Vettel a caminho dos boxes na curva 9, perdeu o controle e foi para a área de escape.

Pierre Gasly colocou a Alpha Tauri em terceiro por alguns momentos, mas perdeu posições nos minutos finais. Carlos Sainz tirou proveito e deu à McLaren uma excelente terceira posição.

Esteban Ocon (Renault), que teve uma classificação decepcionante na semana anterior, se recuperou bem com o quinto lugar, atrás da segunda Mercedes de Valtteri Bottas.

Depois de ser o segundo na Q2, Norris caiu para sexto, que se tornará nono devido à sua punição no grid, beneficiando Alex Albon (Red Bull), Gasly e Daniel Ricciardo (Renault).

As dificuldades da Ferrari continuaram. Novamente, apenas um carro da equipe italiana passou para a última parte da classificação – desta vez Vettel. Porém, o alemão não foi além da 10ª colocação, quase meio segundo atrás de Ricciardo.

Charles Leclerc ficou pelo caminho na Q2 e larga em 11º, seguido pelo impressionante George Russell (Williams) em 12º. Lance Stroll (Racing Point), Daniil Kvyat (Alpha Tauri) e Kevin Magnussen (Haas) foram os outros eliminados no segundo segmento.

Confira o resultado da classificação:

Pos.PilotoEquipeQ1Q2Q3Voltas
1Lewis HamiltonMERCEDES1:18.1881:17.8251:19.27334
2Max VerstappenRED BULL HONDA1:18.2971:17.9381:20.48934
3Carlos SainzMCLAREN RENAULT1:18.5901:18.8361:20.67133
4Valtteri BottasMERCEDES1:18.7911:18.6571:20.70134
5Esteban OconRENAULT1:19.6871:18.7641:20.92233
6Lando NorrisMCLAREN RENAULT1:18.5041:18.4481:20.92534
7Alexander AlbonRED BULL HONDA1:20.8821:19.0141:21.01131
8Pierre GaslyALPHATAURI HONDA1:20.1921:18.7441:21.02833
9Daniel RicciardoRENAULT1:19.6621:19.2291:21.19232
10Sebastian VettelFERRARI1:20.2431:19.5451:21.65133
11Charles LeclercFERRARI1:20.8711:19.62824
12George RussellWILLIAMS MERCEDES1:20.3821:19.63622
13Lance StrollRACING POINT MERCEDES1:19.6971:19.64523
14Daniil KvyatALPHATAURI HONDA1:19.8241:19.71724
15Kevin MagnussenHAAS FERRARI1:21.1401:20.21122
16Kimi RaikkonenALFA ROMEO FERRARI1:21.37212
17Sergio PerezRACING POINT MERCEDES1:21.60712
18Nicholas LatifiWILLIAMS MERCEDES1:21.75912
19Antonio GiovinazziALFA ROMEO FERRARI1:21.83112
20Romain GrosjeanHAAS FERRARI1

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

GORDO GÁS

VALOR APREENDIDO EM AÇÃO CONTRA EDMAR SANTOS SOBE PARA R$ 8,5 MI

BR-POICIAL.

Subiu para R$ 8,5 milhões o volume de dinheiro apreendido na operação do MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) que prendeu o ex-secretário Estadual de Saúde Edmar Santos na sexta-feira (10).

 Máquina do Banco do Brasil foi usada para contabilizar valor

O Gaecc (Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção) encontrou cerca de R$ 7 milhões em reais e o restante em moedas estrangeira, como dólares americanos, euros e libras esterlinas.

 

Os investigadores disseram ter usado uma máquina de contagem de cédulas do Banco do Brasil para contabilizar o montante, o que terminou somente de madrugada.

 

Investigação

 

Edmar Santos está preso preventivamente por suspeitas de corrupção nas verbas direcionadas ao combate da pandemia do novo coronavírus no Estado, especialmente na compra de insumos e medicamentos e na montagem dos hospitais de campanha.

 

Dois endereços do ex-secretário do governo Witzel foram alvo de mandados de busca e apreensão - em Itaipava, na Região Serrana, e em Botafogo, na zona sul do Rio - nesta fase da Operação Mercadores do Caos.

 

Entre os motivos que levaram à Justiça decretar a prisão preventiva do ex-secretário está a possibilidade de interferência na colheita de provas devido ao "poder político" de Edmar Santos.

 

Edmar Santos, que é tenente-coronel da Polícia Militar, foi levado à unidade prisional da corporação em Niterói, na Região Metropolitana.

 

De acordo com o porta-voz da PM, coronel Mauro Fliess, Santos pode responder pela conduta em um procedimento interno, com risco de ser expulso da instituição.

 

Durante as investigações, os promotores tiveram acessos a áudios em que Santos sugeriu ao ex-subsecretário Gabriell Neves, que também está preso, a criação de uma "lista secreta" para mapeamento de endereços de fornecedores, o que reforça indícios de corrupção na área da Saúde.

 

A defesa do ex-secretário ainda não se manifestou sobre o caso.

 



Postagem em destaque

FÁBRICAS DEIXAM A ARGENTINA E MIGRAM PARA O BRASIL

INTERNACIONAL. Ao menos três empresas do setor automotivo anunciaram, nas últimas duas semanas, o fechamento de fábricas na Argentina e a ...