terça-feira, 21 de janeiro de 2020

RECEITA JÁ BATEU À PORTA DE 30 GLOBAIS, INCLUINDO GALÃ E MUSA DE NOVELAS


BR-GERAL. 
Gianecchini e Deborah estão na lista de celebridades procuradas pela Receita para explicar relações de trabalho
 
A coluna Radar revela nesta semana, na edição de VEJA que está nas bancas, a devassa sigilosa da Receita Federal nos contratos da Globo com celebridades da TV e do cinema brasileiro.

Segundo o advogado tributarista Leonardo Antonelli, a operação em cima da empresa já chegou a 30 globais – todos defendidos por ele — do primeiro escalão de atores e atrizes da emissora.

Realizada em um momento conturbado das relações do governo com a imprensa – a Globo é tratada como “inimiga” pelo presidente Jair Bolsonaro –, a blitz do Fisco fez soar o alerta para uma possível perseguição política contra os artistas, como o advogado Antonelli deixou evidente em sua fala.

“Para destruir a Globo vale tudo. O governo desconsidera sua política pública de pejotização e, ao mesmo tempo, atinge a cultura com uma cobrança tributária superior àquilo que os artistas ganharam”, diz Antonelli.

Como mostra o Radar, a Receita tem autuado os globais para que, em 20 dias, justifiquem a opção pelo contrato de pessoa jurídica, o famoso PJ, em vez do vínculo CLT com a Globo. Para o Fisco, o arranjo ator-emissora configuraria fraude na “relação de emprego”, o que é questionado por Antonelli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É livre o direito de pensamentos, todos nós temos o direito de expressar nossas ideias e pensamentos deste que respeitando o direito e a moral dos demais.

Lembrando que a responsabilidade dos Comentários e de quem posta.

Chagas Silva

Postagem em destaque

ASSALTANTES BATEM MOTO EM CARRO DURANTE PERSEGUIÇÃO NA ZONA SUL DE NATAL E SÃO PRESOS PELA PM; VEJA VÍDEO

RN-POLICIAL. Dois homens suspeitos de praticarem assaltos foram presos depois de baterem a moto em que estavam em um carro quando fugi...