terça-feira, 10 de março de 2020

BOMBEIROS ALERTAM A POPULAÇÃO PARA OS RISCOS DE AFOGAMENTO EM RIOS E AÇUDES

RN — CIDADE
Durante o período de cheia dos mananciais do interior do Rio Grande do Norte os riscos de afogamentos e outros tipos de acidentes aquáticos aumentam consideravelmente. A subida do nível das águas devido às fortes chuvas exige cuidados para moradores e banhistas que buscam entretenimento nos rios e açudes dos municípios. Diante desse cenário, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte (CBMRN) alerta sobre cuidados para evitar acidentes e óbitos nesses ambientes.

Para o major João Eduardo, Comandante do Grupamento de Busca e Salvamento (GBS) do Corpo de Bombeiros do RN, as crianças e os adolescentes são mais vulneráveis aos riscos de afogamentos. “Em primeiro lugar os cuidados com as crianças e adolescentes são essenciais para evitar ocorrências de afogamentos. Assim como nas praias, elas não têm noção do perigo. Por isso é importante que os pais redobrem a atenção”, disse.

Os jovens e adultos também precisam ter cautela quando forem entrar em rios, lagoas e açudes. Além disso, a ingestão de bebidas alcoólicas é o principal fator que contribui para o afogamento. “A água turva e escurecida de lagoas e açudes pode esconder muitos perigos como pedras e galhos. O rio, por exemplo, tem muitas armadilhas – redemoinhos, 

correntezas e buracos. Um descuido pode ser fatal. Em época de cheia o risco aumenta consideravelmente. Geralmente após o consumo da bebida alcoólica o banhista entra na água e consequentemente perde a noção do perigo. Por isso não beber de maneira descontrolada é importante”, alertou o Comandante do Grupamento de Busca e Salvamento (GBS), , major João Eduardo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É livre o direito de pensamentos, todos nós temos o direito de expressar nossas ideias e pensamentos deste que respeitando o direito e a moral dos demais.

Lembrando que a responsabilidade dos Comentários e de quem posta.

Chagas Silva

Postagem em destaque

MORRE ESTUDANTE DE APENAS 17 ANOS DE IDADE, NA PB

PB-SAÚDE. A jovem tinha um bebê de menos de dois meses Foto: Reprodução   Jovem tinha apenas 17 anos A estudante Luana Félix...