terça-feira, 16 de junho de 2020

ADVOGADOS SÃO SUSPEITOS DE LAVAR R$ 14 MILHÕES EM TRÊS ANOS PARA O PCC

BR-POLICIAL.

Advogados já condenados por ligação com o PCC (Primeiro Comando da Capital) movimentaram juntos, em suas respectivas contas bancárias, R$ 14 milhões no período de janeiro de 2014 a abril de 2017, sem declarar a origem das quantias. A suspeita é a de que eles tenham cometido o crime de lavagem dinheiro a mando da maior facção criminosa do país.

A informação consta em documentos da investigação conduzida pela Polícia Civil paulista, cujo conteúdo o UOL teve acesso exclusivo. Técnicos da Superintendência da Receita Federal em São Paulo e do Laboratório de Tecnologia contra Lavagem de Dinheiro, do Departamento de Inteligência da Polícia Civil paulista, rastrearam as contas bancárias de todos os investigados.

Doze advogados apresentaram em suas contas bancárias movimentações em crédito incompatíveis com o patrimônio declarado. Uma advogada da zona oeste paulistana é acusada de ter movimentado R$ 2.931.156,94. Segundo a Polícia Civil, os créditos em nome dela superaram em 25 vezes os rendimentos declarados, evidenciando incompatibilidade patrimonial.

uol

GORDO GÁS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É livre o direito de pensamentos, todos nós temos o direito de expressar nossas ideias e pensamentos deste que respeitando o direito e a moral dos demais.

Lembrando que a responsabilidade dos Comentários e de quem posta.

Chagas Silva

Postagem em destaque

HOMEM QUE SE PASSAVA POR POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL É PRESO EM NATAL

RN-POLICIAL A Polícia Rodoviária Federal prendeu, na manhã desta sexta-feira (3), um homem de 51 anos que se passava por PRF aposentado. A...