domingo, 14 de junho de 2020

ESTUDO BRASILEIRO INVESTIGA SE PESSOAS FISICAMENTE ATIVAS TEM MAIOR PROTEÇÃO À COVID-19

BR-SAÚDE.


O Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas (HC), em São Paulo, está selecionando voluntários para estudo sobre o impacto do exercício físico e do sedentarismo em pacientes que foram infectados pelo SARS-CoV-2, com ou sem sintomas da Covid-19.

Segundo o Incor, o estudo quer ajudar e entender melhor o papel da atividade física e do exercício físico na proteção contra doenças virais. Além disso, a pesquisa também colabora com as políticas públicas de saúde em relação aos hábitos saudáveis de um estilo de vida mais ativa.

 

De acordo com Francis Ribeiro de Souza, pesquisador do Laboratório de Reabilitação Cardiovascular e Fisiologia do Exercício do Incor, o estudo tem como objetivo avaliar o estilo de vida das pessoas infectadas pelo novo coronavírus. “Queremos entender se as pessoas fisicamente ativas apresentam melhor recuperação da doença. Em particular, queremos comparar pessoas que fazem atividade física e exercício físico de forma regular, com pessoas sedentárias, e observar a proporção de hospitalizações entre esses grupos”, disse Souza.

 

Segundo Souza, a pesquisa também avaliará as diferenças entre os sintomas, tempo de hospitalização e necessidade de ventilação mecânica entre pessoas ativas e sedentárias.

 

Podem participar do estudo pessoas de todas as idades e sexo que tiveram confirmação da doença pelo exame RT-PCR (coleta nasal ou pela garganta) ou teste sorológico (exame de sangue), com ou sem sintomas e que já tenham se recuperado da doença.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

É livre o direito de pensamentos, todos nós temos o direito de expressar nossas ideias e pensamentos deste que respeitando o direito e a moral dos demais.

Lembrando que a responsabilidade dos Comentários e de quem posta.

Chagas Silva

Postagem em destaque

RN-SAÚDE Um mês após a instalação do tomógrafo no Centro de Imagens do Hospital Regional do Seridó Telecila Freitas Fontes (HRSTFF), em Caic...