segunda-feira, 13 de julho de 2020

ROBERTO CARLOS RECUPERA NA JUSTIÇA DIREITO SOBRE OBRAS PRODUZIDAS DE 1960 A 1990

SP-GERAL.

A medida é retroativa à notificação extrajudicial da empresa, realizada em julho de 2018

 



Roberto Carlos, 79, conseguiu na Justiça a rescisão de seus contratos de cessão de direitos autorais com a Universal Music. Em nota enviada à reportagem, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro confirmou que, com a decisão, feita na 2ª Vara Empresarial, tanto o Roberto quanto Erasmo Carlos recuperam o direito sobre suas obras produzidas entre as décadas de 1960 e 1990.

 

Com apenas dois cliques você fica fazendo parte da Família Blog NP, no Youtube: INSCREVA-SE

 

Parceiros há cinco décadas, os cantores e compositores acusam a editora de ter abandonado a gestão contratual e de pagar remunerações irrisórias pela execução de suas músicas por empresas de streaming, diz a nota. A medida é retroativa à notificação extrajudicial da empresa, realizada em julho de 2018.

 

A sentença da juíza Maria Cristina de Brito Lima reconheceu que os contratos alvo da disputa têm natureza de edição e declarou a inexistência de direitos autorais da empresa sobre as obras da dupla.


FOLHAPRESS – São Paulo

 

Cresça e apareça divulgando aqui.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

É livre o direito de pensamentos, todos nós temos o direito de expressar nossas ideias e pensamentos deste que respeitando o direito e a moral dos demais.

Lembrando que a responsabilidade dos Comentários e de quem posta.

Chagas Silva

Postagem em destaque

EU SOU VIVI, SUA NOVA DIRETORA

   RN-GERAL.     oi boa noite, eu sou vivi sua nova diretora do blog seridó noticias. com.br, em substituição a seu titular, devido sua pré-...