quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

FAMÍLIA DESCOBRE QUE IDOSA ESTAVA VIVA UM DIA APÓS ENTERRAR CORPO DE OUTRA MULHER NA PB

PB-CIDADES.

Uma família da cidade de Santa Cruz, no Sertão da Paraíba, descobriu, um dia após o sepultamento, que enterrou uma mulher por engano, acreditando ser alguém da família após receber corpo do hospital.

Segundo o relato da família, acreditava-se que a idosa havia morrido por Covid-19 e, por isso, o corpo não passou por reconhecimento e foi enterrado com caixão lacrado. No entanto, a parente estava viva e o corpo enterrado era de outra mulher que tinha o mesmo nome dela. A troca da identificação das pacientes foi confirmada pela direção do Hospital Regional de Piancó, também no Sertão.

A direção do hospital informou que ao identificar o erro, as medidas foram tomadas para reparação e que também havia sido prestada assistência jurídica às famílias. A diretora do hospital, Ines Remigio, também disse que "infelizmente aconteceu um erro humano, onde o profissional trocou a identificação do paciente". Segundo ela, o caso não foi comunicado a imprensa por solicitação das famílias que não queriam exposição.

A idosa que está viva é Maria França de Andrade, de 76 anos, natural do município de Santa Cruz. Ela foi diagnosticada com Covid-19 em dezembro e, no dia 24 do mesmo mês, internada em Piancó. Cinco dias depois, a família recebeu a notícia de que a idosa não resistiu e morreu.

Fonte: G1/PB.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

É livre o direito de pensamentos, todos nós temos o direito de expressar nossas ideias e pensamentos deste que respeitando o direito e a moral dos demais.

Lembrando que a responsabilidade dos Comentários e de quem posta.

Chagas Silva

Postagem em destaque

RN RECEBERÁ DEZ PACIENTES TRANSFERIDOS DO AMAZONAS RN— SAÚDE

  RN=SAÚDE Eles serão tratados no Hospital Universitário Onofre Lopes, em Natal, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) divulgou ...